Diário De Produção (#13): Estação de Trabalho, Posicionamento de Monitores e Tratamento Acústico Básico em uma Sala Simples. (2ª Parte)

Olá crianças, hoje vamos falar do posicionamento dos monitores, fiquem atentos aos detalhes, pois nesse ponto do processo uma pequena mudança de 10cm pode fazer muita diferença. Ficou curioso? Então vamos trabalhar.


Como já posicionamos os móveis dentro da sala (artigo anterior, clique aqui), agora precisamos posicionar os monitores no móvel que você tem. Em nosso caso o único móvel disponível para montarmos a nossa estação de trabalho era essa escrivaninha velha (foto ao lado). Por não ser algo desenvolvido pra tal função, gerou três problemas e você vai entender o porquê no decorrer do artigo.


1) O móvel aonde se coloca os monitores deve ser bem firme (nosso primeiro problema), em nosso caso tivemos que colocar uma madeira para dar mais suporte aos monitores, ela foi fixada á escrivaninha pra que não tivéssemos nenhum acidente (cair tudo com o movimento dos falantes) e principalmente pra dar uma boa base aos monitores que são ativos e por isso pesados.


DICA: É preciso colocar um material que separe os monitores da superfície do móvel, a fim de evitar o reforço de algumas frequências, a KRK já vem com uma borracha embaixo (foto ao lado), caso a sua não tenha compre uma, ela deve ser fina e o peso do monitor não deve achatá-la.



2) Você deve escolher se vai usar os monitores deitados ou em pé, não fique na dúvida e leia o manual, o fabricante não investiu milhares de dolares em um projeto pra você usá-lo ao contrário, se o seu monitor precisa ficar deitado (projeto original do fabricante) siga o manual.

Se existir a possibilidade de escolher (deitado ou em pé) faça testes nas duas posições, use uma música bem mixada e masterizada, procure perceber como está a imagem estereo (pan) da mix e principalmente se está bem equilibrado os graves e agudos nas duas posições.

3) Agora precisamos determinar a altura em que os monitores vão ficar, isso é facil, mas poucos atentam pra isso. Não coloque eles apenas em cima da sua mesa, é preciso igualar a altura deles com os seus ouvidos quando estiver sentado na cadeira trabalhando. Agora qual ponto dos moitores devemos usar como referência pra medir essa altura?

Caso o fabricante não informe no manual, imagine um ponto entre o falante e o twetter (foto abaixo) e use ele como referência. No nosso caso a escrivaninha não permite que a gente abaixe os monitores (segundo problema), mas nossa cadeira tem regulagem de altura.


DICA: Se você precisar levantar seus monitores, é preciso criar, montar uma base/suporte para eles, mas aí é preciso ter muito cuidado, pois essa base/suporte deve ser bem firme pra que os falantes possam trabalhar sem que a base/suporte se mexa gerando problemas.

4) A distância entre os monitores deve ser aquela em que você consiga ter uma boa imagem estereo, no nosso caso a escrivaninha não permite escolha (terceiro problema) por isso colocamos na posição mais afastada possível.


5) Agora é preciso colocar você, ou melhor sua cabeça e seus ouvidos no ponto certo pra ouvir os seus monitores, pra isso precisamos formar um triângulo equilátero entre você e seus monitores (foto ao lado), não esqueça do passo nº3.




Meça a distância entre os cones dos monitores e depois verifique se é a mesma distância até seus ouvidos (foto abaixo).


DICA: Nesse caso a distância entre os monitores vai influenciar na sua posição, ou seja, se você vai estar mais pra frente ou pra trás, lembre que você vai estar trabalhando e precisa de uma distância mínima pra alcançar o mouse e o teclado na mesa.


6) Para saber o ângulo correto dos seus monitores faça o seguinte; esteja no ponto certo (passo nº 5) viresse de frente para o monitor e deixe ele de frente pra você, viresse para o outro monitor e faça o mesmo (foto ao lado) ou deixá-los em ângulo de 60º o cone deve apontar para seus ouvidos.



Considerações finais

É preciso ouvir muita música com mixagens de boa qualidade para que seus ouvidos se acostumem com o novo som da sua sala.

Lembre-se: Qualquer coisa que fazemos na sala influencia no som, virar o alto falante, afastá-lo 10cm pra esquerda ou pra direita vai gerar um resultado diferente na sala já que cada posição do monitor gera novas reflexões, etc.

Não se preocupe se você não tem um monitor de referência profissional, qualquer caixa de som que você utilizar deve seguir as regras a menos que esteja descrito no manual qual o posicionamento adequado já que não se trata de um monitor de referência.

Agora que você já arrumou a posição dos monitores, podemos fazer alguns ajustes na sala. No próximo artigo vamos aplicar conceitos básicos que servem pra qualquer sala e também vamos fazer um teste do ANTES e DEPOIS. Quer saber o resultado? sexta-feira.

Bom trabalho a todos.

Guiz & Labely


Aviso importante:
1) A intenção é mostrar uma forma simples e prática de conseguir uma melhora no som dentro de uma sala comum, aonde você provavemente vai continuar assistindo tv ou dormindo, no caso se for seu quarto.
2) Também não vamos abordar o assunto de forma técnica, o texto tem a intenção de ser acessível e intelegível a qualquer pessoa, com ou sem experiência em acústica ou estúdio. Se você precisa de informações específicas para sua sala ou quer saber qual o melhor procedimento para resolver problemas específicos de acústica, sugerimos que procure um profissional experiente para lhe fazer um projeto.